O FUTURO DOS GRUPOS DE POUPANÇA EM MOÇAMBIQUE: UMA NOVA VISÃO PARA EXPANSÃO E SUSTENTABILIDADE

Decorreu no dia 21 de Junho a reunião nacional de stakeholders sobre “O futuro dos Grupos de Poupança em Moçambique” no Radisson Blu Hotel em Maputo. O evento e organizado pela Savings Groups Evidence and Learning Initiative (SGELI) – uma iniciativa da Rede SEEP e FSD África – em colaboração com FSDMoç.

O objectivo desta reunião é propor uma nova visão para a promoção dos Grupos de Poupança em Moçambique, com base em uma abordagem de sistemas de mercado – identificando desafios actuais, inovações promissoras e prioridades dos stakeholder.

Ao longo dos últimos 25 anos, as organizações de desenvolvimento treinaram um total de aproximadamente 700.000 Grupos de Poupança, com pelo menos 14 milhões de membros em 75 países. Um crescente e cada vez mais robusto conjunto de evidências sugere que a participação nos Grupos de poupança contribui para aumentar a poupança, acesso ao crédito, acumulação de ativos, investimento empresarial, consumo, segurança alimentar, capital social e resiliência. Apesar dessas realizações, o sector enfrenta várias restrições.

mm
Author
Denise Alves